Archive for janeiro \30\UTC 2010

Distância

janeiro 30, 2010

Amanheceu. Céu claro, mas não azul, o sol esboçando uma visita, clima ameno e uma boa noticia. Você entendeu o que eu disse, você demonstrou o mesmo, me fazendo sorrir.

Eu deixei bem claro que distância não nos atrapalharia, que faria de tudo pra estar perto de ti, não importando o modo de chegar até o meu amor. Poderia ir de trem, ônibus, metro e iria até a pé, se não existisse outro modo.

A distância nunca foi um problema quando se realmente ama, você poderia morar a milhares de quilômetros , eu iria até você, pois existe sentimento entre nós e mesmo que eu não possa te ver todos os dias, sabia que levarei sempre no pensamento aquela que eu amo.

Espero que minhas palavras, sejam seus pensamentos, pois obstáculos existiram, mas espero que nenhum deles sejam maiores que nossos sentimentos e sonhos.

Espero ser

janeiro 27, 2010

Vejos suas fotos e imagino uma noite, nós dois juntos, na praia, deitados nos rochedos olhando as estrelas e o movimento das ondas. Me sinto feliz por alguns instantes. Lugar perfeito, companhia perfeita, clima perfeito, não precisaria de mais nada, somente de você, que já está ali.
Minha vida parece estar voltada pra alguém que eu nem ao menos posso tocar, nem ao menos olharei nos olhos, nem senti o corpo no meu. Com isso, me sinto meio bobo, por amar alguém dessa forma e com tanta certeza como nunca tive, nem e mim, nem em outro alguém.
Parece bobagem, pode até ser mas, eu sinto como se você fosse a pessoa mais perfeita do mundo pra mim e que tudo parece tão perfeito quando penso em ti, quando olho suas fotos, quando imagino nossos corpos juntos, nossos lábios se tocando levemente em um momento verdadeiro, mas ilusório criado pela minha mente. Um desejo? talvez. Uma realidade? quem sabe. Tudo ainda continua dependendo unica e exclusivamente de ti, de seus desejos, se suas escolhas e das suas verdadeiras vontades, que vão te tornar mais feliz e espero, de coração, que eu seja uma delas.

Pra sempre.

janeiro 27, 2010

Tudo parece tão estranho, tão calmo, tão “certinho” hoje. Nem parece que tudo está desandando pra mim, não parece que você simplesmente decidiu ir embora sem olhar pra trás, me esquecer.

Não sei como posso estar tão calmo, quando tudo o que meus pensamentos mostram é que eu perdi o que mais me importava, você.
Nada parece ter mais explicação, nem sentido pra mim. Será que foi a perda? Será que tudo isso está mostrando que eu não estou nem ai, ou será que eu simplesmente ainda não desisti?
Não consigo saber a verdadeira resposta e mesmo que não que esteja visível, eu estou mal, eu sinto mesmo sua falta e eu te quero pra mim.
Posso não mais ter aquela gana pra ficar atrás da minha felicidade contigo, mas isso não quer dizer que eu tenha te esquecido. Sinto que você me completa como nenhuma outra fez, e também sei que você não pensa muito diferente de mim. Nossas vidas não devem ter se cruzado em vão e espero mesmo que isso passe pela sua cabeça, pois eu te quero pra mim, pra sempre.

Olhando pela janela

janeiro 26, 2010

É engraçado como tudo parece ser tão escuro quando você se afasta de mim, todos os sentimentos e partes do meu corpo e alma se tornam vazios, todas as feridas parecem estar se abrindo novamente.
Hoje eu não vi graça ao olhar pela janela e ver a chuva caindo, não senti nada ao ver a escuridão chegando logo depois das 19 horas, das luzes que não iluminam, do céu totalmente cinza e do que ele parece significar pra mim, ausência.

Meus olhos pesam, parece que dormi por dias, mas a verdade é que tudo parece ter peso maior quando você decidiu partir. Queria que não fosse assim, eu realmente queria que não fosse assim, mas parece que o céu nunca vai ser tão azul quanto eu queria que fosse.

Eu não faço escolhas ruins, apenas escolho as coisas boas em momentos ruins, parece que isso é um carma que sempre vai me seguir, escolher alguém para amar quando esse alguém nunca vai poder me amar. Muitas das vezes eu dou risada disso, por ver que eu posso estar de coração aberto esperando alguém, mas esse alguém nunca vai poder ser o que eu quero, meu.

Tudo já ficou para trás, como você deixou claro, mas eu ainda continuo sonhando com você, ainda continuo pensando em você , ainda tento senti-la perto de mim, ainda imagino você na minha frente e sonhando com o dia em que você vai ser completamente minha. Pode parecer bobagem mas, eu prefiro acreditar nessa bobagem do que simplesmente desistir daquilo que me faz bem, daquilo que me fez ver como é bom amar alguém sem medo, mesmo que não seja correspondido, mesmo que não seja real.

Não paro de olhar suas fotos, acho que isso me faz muito bem, sempre me fez bem. Desde que te conheci sinto algo forte, algo grande, algo que é sem explicações, mas que eu simplesmente sinto que faz minha alma sorrir e meus olhos brilharem intensamente. Não consigo me imaginar sem isso, mas pode ser impossível te ter pra mim.

Você pode nunca mais voltar pra perto de mim, mas eu sempre estarei te esperando vir até aqui, olhando pela janela.

Três palavras

janeiro 17, 2010

Não sei se consigo mais continuar. A dor passou a ser maior que o coração, nossas canções de amor viraram marchas fúnebres, meu coração petrificou e o seu sorriso ficou distante, além de se tornar invisível, completamente impossível de se ver.

Não me sentia fraco assim antes, mesmo com todos os problemas, todas as discórdias, todas as perdas. O coração simplesmente não bate mais, não sei se por lamentar não ser o bastante para ti ou se por dor, de nunca ter conseguido alcançar o objetivo de ser um só com o seu.

Minha mente de repente ficou em branco, as palavras voltaram a fugir de mim. Não sei se vou conseguir terminar esse texto, pois esse vazio está me matando por dentro. Não sei se isso vai realmente acabar aqui, nem se eu vou poder ver seu rosto, tocar seu corpo de pele clara,  ou seus lábios com minha boca algum dia, mas esse, era meu desejo , pra eternidade.
Posso ter sido insuficiente pra te ter pra mim, mas eu não deixei de tentar ter o amor que eu sempre quis , com você .

Três palavras, amei você melhor!

Amor (in)certo

janeiro 14, 2010

Não sei o que está acontecendo. As noites parecem tão longas, o clima parece tão mórbido, as palavras não se encaixam, os olhares não mais se cruzam, o sorriso se escondeu perante ao pranto e a angustia paira em meu peito.
Tudo isso, acontece quando estou sem ti. Sua presença torna tudo mais belo, mais leve, mais feliz, mas , você não pode estar aqui.
Suas escolhas parecem ridículas, perto da oportunidade que a vida está nos dando. Tento permanecer frio, mas só de saber que seu coração bate pensando em mim, mesmo que por alguns segundos, me fazem sentir fora das sombras, por instantes.
Te vejo como um destino, mas que não sou obrigado a escolhe-lo.As dificuldades me fazem pensar em seguir outro caminho, mas meu coração parece que já tem seu nome escrito, fazendo tudo me lembrar de ti.
Se eu tiver que escolher algo agora, concerteza escolho estar ao seu lado.
Você pode não acreditar nas minhas palavras, nas minhas ações, nas minhas mudanças, mas, qualquer coisa que eu faça a partir de agora, vai ser feita com meu pensamento fixo em você.
Eu estou me apaixonando, se for em vão, não sei dizer o que acontecerá, mas, vou em frente, até encontrar você.

Meu amor.

janeiro 3, 2010

É engraçado como as coisas acontecem. Quando você menos espera, aparece uma pessoa maravilhosa na sua vida. E como um passe de mágica, ela passa a se tornar um tanto quanto especial. Mas, por que isso? Pra que isso? Não vejo respostas, nem mesmo tentativas de explicação, simplesmente, aconteceu.

Não consigo julgar ainda, tudo aconteceu tão rápido, que não consigo pensar em nada que não seja o acaso. Os dias foram passando, mas o sentimento que de cara apareceu, não foi embora. Meu deus, será que estou me apaixonando por alguém que eu nem ao menos olhei nos olhos?

Essa é uma daquelas coisas inexplicáveis que a vida nos trás com o tempo, uma forma de teste de sanidade, eu suponho. Se isso for mesmo um teste de sanidade, está dando resultados catastróficos, pois não paro de pensar nela, não paro de olhar as fotos dela, não paro de tentar imaginar como será sua voz, imaginar a intensidade de seus toques no meu corpo e até mesmo qual será o gosto dos seus beijos.

Podem me chamar de louco, podem me chamar de tolo também. Esses adjetivos se encaixam bem em mim. Mas, sou louco por supostamente gostar do que eu nunca vi e tolo o suficiente por afirmar isso, rs.

Tudo isso pode ser um erro, posso estar jogando sabendo que vou perder, mas é um jogo que eu quero jogar e um erro que estou disposto a cometer. Nada pode ser tão bom ou tão ruim, se não experimentarmos, tentarmos, lutarmos e te-los. Minha vida se resumia a jogar para perder, se esse é meu destino, então que eu jogue e perca, mas saiba, que nunca fui um bom perdedor e sempre vou continuar tentando, por saber que você me fará bem.

Nos meus sonos mais profundos, é sua voz que me faz acordar.

Um sentimento puro, vale mais que mil palavras.

Transcrevo isso com o calor da minha alma, não apenas com palavras doces,

que isso fique bem claro.

E seja o que deus quiser, Meu amor.

Primeiro do ano. . .

janeiro 1, 2010

Como esse é o primeiro do ano, vou tentar ser MUITO rápido.

Passei um ano repleto de aventuras, emoções, formei novas amizades, tive perdas, tive muitos ganhos, me enganei, me enganaram, me encontrei e voltei a me perder, mas nesse ano que passou, eu tive o prazer extremo de passar com todos vocês, e isso, ninguém nunca vai tirar de mim, a presença de cada um de vocês foi fundamental para o meu ano e minha vida, então, assim agradeço a todos os que estiveram a minha volta!

Para esse ano, quero poucas coisas, assim como, ter vocês ao meu lado mais uma vez e coisas que eu prometi que ia mudar em mim, na minha vida, na minha personalidade e atitudes. Mas isso tudo, é para eu melhorar minha conduta e evoluir,  que tudo o que eu mais quero, é dar orgulho a minha familia e amigos!

Amo todos vcs!