O passado que assombra

  Espero não ser tarde, para me desculpar. Por ser um idiota eu não soube jogar, julgar, viver ao seu lado.

  Nunca pensei que meus erros do passados fossem voltar, que os meus medos voltassem a me dominar e que isso fosse me levar a falência, de sentimentos. O drama do meu passado  fossem me assombrar novamente, que minhas lágrimas gélidas voltassem a cair,  que desejo de ser sozinho estraguasse umas das poucas vezes  que eu realmente jurei me entregar, por amar tanto você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: